Crise de Verão

Aqui estou eu depois de mais um longo silêncio. Eu devia ter mais cuidado e prestar mais atenção aos leitores, porque estes longos interregnos podem ser tomados por desprezo, mas não é nada disso: tenho tido tanto que escrever que não me sobra vontade de redigir seja o que for para o Número f/.

Há outra razão além do cansaço dos dedos e do cérebro por tanto escrever. Estou mais uma vez numa daquelas fases em que ponho o hobby de fotografar em crise. Os meus estudos levam-me a especular sobre conceitos como os de arte, originalidade e criação e eu não encontro nada disto quando olho para as fotografias que faço. A minha mente, que abomina a mediocridade e odeia o desperdício, debate-se com a seguinte ambivalência: por um lado, não vale a pena fotografar se não tenho nada de artístico, original e criativo a mostrar; por outro, fotografar continua a ser uma actividade agradável e divertida. Como resultado, divirto-me a fazer fotografias vazias de qualquer sentido. O que contribui para a fadiga que, por seu turno, se repercute na ausência de textos no Número f/.

Quando as coisas começam a melhorar, aparece sempre qualquer coisa para destruir a minha ténue recuperação. Neste caso foi um texto no The Online Photographer escrito por Jim Hughes, composto por escritos que ficaram de fora da biografia que este autor americano escreveu sobre W. Eugene Smith. Eu já sabia que a minha melhor fotografia nunca poderá sequer comparar-se à pior de W. Eugene Smith; ler as linhas escritas por Jim Hughes faz-me ver que também fico muito aquém do melhor fotógrafo de sempre como ser humano. É verdade – W. Eugene Smith podia ser um salafrário que mantinha uma vida em comum com uma mulher paralela ao seu casamento, mas tirando este concubinato secreto era um ser humano excepcional. Suponho que é necessário ser uma grande pessoa para fazer grandes fotografias. Pensar nestas coisas retira-me por completo a vontade de fotografar: tudo o que faço me parece frívolo, vácuo e inútil – e eu pergunto-me se essas fotografias não serão o espelho da minha vida. Não convém pensar muito nestas coisas.

É evidente que me questiono se vale a pena continuar a fotografar quando os resultados são tão miseráveis. Empreendi uma busca por sentido que me levou a rejeitar a técnica e as considerações sobre equipamento – o único website para o qual tenho paciência é o T. O. P., mas não quando o Mike Johnston desata a entoar loas ao iPhone e às Fuji X-Qualquer-Coisa – e agora dou por mim sem encontrar o que procuro. É como se o caminho que percorri me tivesse levado a um beco sem saída. Sinto-me tentado a abandonar a fotografia se não encontrar algo verdadeiramente significativo para fotografar muito em breve. Não vale a pena fotografar se não se tem nada de novo a acrescentar à fotografia. Claro que me vai custar, depois de ter investido tanto na fotografia, mas fotografar sem um propósito é uma mera perda de tempo. E o tempo não pára nem espera por mim.

Claro que as coisas podem mudar. Amanhã mesmo pode acontecer qualquer coisa que me faça mudar completamente de ideias – se, entretanto, não me der para comparar as minhas fotografias com a dos mestres.

M. V. M.

Anúncios

1 thought on “Crise de Verão”

  1. Boa tarde.
    Caro M.V.M.
    Se a sua preocupação é sobretudo fazer melhores fotografias, como é que há-de melhorar, se deixar de praticar? Não é a práctica que nos põe no caminho da perfeição?
    Eu fotografo para guardar imagens que me agradam a mim, sem pensar muito se agradam aos outros ou não. Se me agradam a mim fico contente, se agradarem a mais alguém, mais contente fico.
    Diz o povo que; Quem faz o que sabe a mais não é obrigado! E a gente só consegue saber mais, se continuar a practicar.
    Tenha uma boa semana.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s