Os equívocos das mirrorless (1)

Há uma guerra entre aficionados do equipamento fotográfico que faz com que as discussões entre adeptos do analógico e do digital e entre partisanos da Canon e da Nikon pareçam conversas cordiais à mesa de um café. (Não que as pessoas conversem à mesa do café: agora o normal é estarem caladas e com os olhos cravados no telemóvel.) Essa guerra é entre os fanáticos das câmaras reflex e os jihadistas das mirrorless.

Antes de entrar na análise que me proponho fazer, devo desde já dizer que me insiro num dos campos. Não há nada que se compare à sensação de fotografar compondo a imagem através de um bom visor óptico. Mas sou também dono de uma mirrorless, pelo que, a despeito da idade dessa câmara, ninguém pode dizer que escrevo sem conhecimento de ambos os lados.

Ainda nesta fase introdutória, devo esclarecer que entendo por mirrorless uma câmara de objectivas intermutáveis e com modo de visualização directa via ecrã ou visor electrónico. Há quem pense que câmaras como as Leica M e outras câmaras de telémetro são mirrorless, mas esta é uma discussão fútil porque o argumento de que estas câmaras não têm espelho é estulto: as câmaras de telémetro precedem cronologicamente as reflex. «Mirrorless» refere-se ao facto de as câmaras deste tipo se diferenciarem das reflex por dispensarem o espelho que caracteriza estas últimas, pelo que dizer que o conceito de «mirrorless» se pode estender a uma era em que o elemento diferenciador não existia não é correcto: é a mesma coisa que dizer que um coche é um veículo sem motor de combustão interna.

As mirrorless tinham já alguma aceitação, em particular graças às Fujifilm e às Sony NEX, mas o lançamento da Sony α7, com o seu sensor full frame, fez com que os entusiastas das mirrorless se deixassem iludir imaginando que esta câmara ia superar as reflex. Com efeito, a Sony α7 tem uma excelente qualidade de imagem e é pequena, mas o interesse que ela suscita junto de parte da comunidade fotográfica deve-se à percepção de que a mera existência de um espelho no interior de uma câmara a situa resolutamente num passado que importa enterrar de vez. As mirrorless, essas, são uma tecnologia nova e, como tal, são o futuro.

Esta forma de ver as coisas é completamente inepta. Não é por uma tecnologia ser antiga que deixa de ser a melhor. Confundir progresso com evolução tecnológica é um erro. O funcionamento do espelho pode induzir vibração e repercutir-se na qualidade da imagem ao induzir distorção, mas isto acontece de uma forma tão marginal que se torna irrelevante (e, de resto, a maioria das DSLR têm hoje uma função de visualização directa que bloqueia o espelho, o que é útil para fotografar à noite. O espelho não é um impedimento à qualidade da imagem e, se tem resistido desde 1927 até hoje, é certamente por ter alguma valia.

Essa valia é o uso de um visor óptico que mostra as cenas tal como a lente as vê. As mirrorless não podem, precisamente por serem mirrorless («sem espelho»), aceder a estes dispositivos. Eu posso montar um visor óptico na minha E-P1, mas este não o mesmo que a lente e não me fornece informação sobre a exposição. O visor óptico torna as câmaras reflex ideais quando é necessário fotografar motivos em movimento, uma vez que a cena se desenrola à mesma velocidade com que realmente acontece. O mesmo não pode ser dito acerca do visor electrónico ou do ecrã, que são os meios de visualização das mirrorless. Neste caso há uma transferência da luz captada pela lente para o sensor e deste para o ecrã, o que leva algum tempo, induzindo um problema que é o arrastamento da imagem sempre que a câmara ou o motivo muda de posição. As coisas não se passam em tempo real com as mirrorless, o que as torna inaptas para géneros de fotografia em que exista bastante acção. Daí que os fotojornalistas desportivos e os que se dedicam à vida selvagem prefiram as reflex. (Continua)

M. V. M.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s