A casa sem janelas e O Sabor da Cereja

Imagine-se a viver numa casa sem janelas. Ignorando os problemas comezinhos, mas inevitáveis, da falta de arejamento e de luz natural, suponha que a casa onde vive não tem, simplesmente, vistas para o exterior. De maneira a poder saber o que se passa lá fora, o leitor decidiu instalar câmaras de vídeo no exterior, as quais projectam imagens em ecrãs pendurados nas paredes de sua casa.

Não é uma ideia muito agradável, pois não? É certo que tem informação sobre o que se passa lá fora, mas é apenas isso – informação. Porque não tem uma percepção tridimensional, o que vê não são os objectos e as pessoas reais, mas uma projecção deles. Uma imagem que pode ser excelente na sua resolução – e, por vezes, pode ser surpreendente por transmitir uma sensação de veracidade –, mas é uma ilusão. O que está a ver no ecrã pendurado na sua parede não é a realidade que se passa fora de sua casa, mas uma representação dela que, por mais fiel que seja, nunca vai substituí-la.

Agora imagine que há pessoas que dizem que isto é bom e desejável e que é o futuro; imagine que, por exprimir as saudades que tem de ver objectos em carne e osso (digamos assim) a partir da sua janela, lhe respondem que é uma pessoa ultrapassada que vive no passado e não se dá conta das maravilhas da tecnologia. Provavelmente, começará a pensar em si mesmo como um velho inadaptado e incapaz de acompanhar a marcha do tempo e a pensar que o futuro é assim mesmo, uma troca das sensações naturais por outras artificiais.

x1d-hero

Os mais perspicazes já terão entendido onde quero chegar. Sim, isto é uma alegoria aos visores electrónicos. Veio a propósito da nova Hasselblad X-não-sei-das-quantas, uma mirrorless (ou CSC) de médio formato que não me merece muitos comentários, salvo para dizer que, se tiveram de fazê-la daquele tamanho, bem podiam ter instalado um visor de telémetro em lugar de um electrónico, fazendo dela uma Mamiya 6 digital. Os visores electrónicos, mesmo se já avançaram muito em relação aos que equipavam as bridge da primeira década deste século, são uma experiência frustrante. Penso que aqueles que tiveram a boa fortuna de fotografar com uma câmara equipada com um bom visor óptico não conseguem senão sentir algum desdém por visores electrónicos. No entanto, hoje há uma tendência para execrar tudo o que é óptico, manual ou analógico, como se fizesse parte de um passado que nos devia envergonhar, e advogar a sua substituição pelo que é electrónico, automático e digital.

Seja como for, a Hasselblad X-qualquer-coisa monopolizou as atenções da comunidade fotográfica de tal maneira que as mortes recentes de Fan Ho, Bill Cunningham e Dave Heath passaram praticamente despercebidas. Isto significa apenas que os apaixonados da tecnologia estão absolutamente a borrifar-se para a arte da fotografia, o que por seu turno explica que haja tanta gente a comprar equipamento de vários milhares de euros para fotografar os seus gatos, paredes de tijolo e quadros de cortiça.

https://i0.wp.com/www.payvand.com/news/06/sep/Kiarostami-photo.jpg

E hoje tivemos a triste notícia do desaparecimento de Abbas Kiarostami, que, embora principalmente reconhecido como cineasta, era também um fotógrafo de um talento requintado. As suas fotografias são predominantemente de paisagens, mas não se assemelham a nenhumas outras fotografias de paisagens: são completamente despidas de clichés e baseiam-se em princípios composicionais de simplicidade e rigor geométrico. O que interessou a Kiarostami não foi descrever paisagens, mas isolar porções delas e transmitir graficamente a impressão que lhe causaram e a forma como as viu. Penso que é a isto que se chama originalidade. Penso que é a isto que se chama arte. Estou a borrifar-me que câmaras usou Abbas Kiarostami.

M. V. M.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s