Werner Bischof

Façam um favor a vós mesmos e visitem esta galeria.

Werner Bischof viveu apenas trinta e oito anos, mas foi o suficiente para se tornar num dos fotógrafos mais importantes de sempre. Apesar de a sua notoriedade advir das reportagens que fez – são célebres as suas fotografias dos efeitos da II Guerra Mundial, em especial nas cidades de Hiroshima e Nagasaki –, Bischof foi um artista fotográfico que cultivou uma linguagem rigorosa e diversificou as suas temáticas. Por vezes experimentou o abstraccionismo, jogos de luz e sombra (à maneira de Paul Strand) e fez fotomontagens, mas foi na reportagem que ganhou notoriedade – tanta que foi o primeiro fotógrafo, além dos fundadores Robert Capa, Henri Cartier-Bresson, George Rodger e David “Chim” Seymour, a integrar a agência Magnum.

https://i1.wp.com/mediastore3.magnumphotos.com/CoreXDoc/MAG/Media/Home2/a/3/c/5/PAR77546.jpg

Werner Bischof morreu cedo demais. Nunca saberemos onde poderia ter chegado se não fosse o acidente de viação nos Andes, no dia 16 de Maio de 1954. Contudo, teve a oportunidade de estar presente em acontecimentos que mudaram a face do mundo. O que ficou dele foi uma obra que merece ser incluída entre as mais importantes de sempre, mesmo se a sua vida foi demasiado curta.

M. V. M.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s