Interlúdio (a propósito do S. Pedro da Afurada e do seu fogo de artifício)

M1056823r

Terminaram as festas populares. O S. Pedro já se acabou, o S. João já foi há quase duas semanas. Não posso dizer que tenha sido imensamente divertido, mas detestava viver no Porto sem que houvesse um S. João e sem que os nossos vizinhos da Afurada nos presenteassem com o seu fogo de artifício. É o tipo de coisas que fazem parte da vida da cidade, de tal maneira que viver aqui sem elas se tornaria inconcebível. Contudo, de ano para ano estas festas vão resvalando para o pimba, o que não me agrada. Daí que as festeje com alguma circunspecção.

Quanto mais não seja, estas festas dão-me motivos para fazer fotografias um pouco menos sorumbáticas do que as outras. Vejam lá que até me permito fotografar a cores e – ó anátema!, ó blasfémia! – neste S. Pedro usei a câmara digital.

M1056857r

É verdade. Usei a E-P1 para fotografar o fogo de artifício do S. Pedro. Para esfregar sal na ferida, usei a minha pior lente, o zoom 40-150 que adquiri sob um estado de completa alienação mental. A sessão, que teve lugar na minha varanda das traseiras, foi uma verdadeira orgia de fotografias: quarenta e oito disparos, todos eles recorrendo a uma técnica aprimorada. O que quer dizer que fiz mais fotografias no período de uma hora do que as que faço num mês inteiro com a OM-2. Se me diverti? Sim – mas não efusivamente. Se fiquei contente com as fotografias? Não.

Cheguei à conclusão que este tipo de fotografia não me interessa. Não me diz nada. Esteticamente, é cliché até mais não; Em termos de conteúdo é uma irrelevância. Não é nada disto que quero fazer. O que me interessa é fazer fotografias que me digam alguma coisa sobre a vida ou que, pelo menos, tenham uma mensagem estética que fuja aos clichés. O fogo de artifício não é nada disto; é só uma impressão visual fugidia. Ao fim de alguns segundos de contemplação, as fotografias caem irremediavelmente no esquecimento: bonitas? Sim. Memoráveis? Certamente que não.

M1056829r

As fotografias de fogo de artifício servem apenas um propósito: o de o seu autor mostrar, a si mesmo e aos outros, que é capaz de usar uma câmara e domina a técnica. Esta é uma fase que, felizmente, já ultrapassei. As fotografias exclusivamente técnicas deixaram de me interessar, embora confesse que pode ser divertido fazê-las (desde que não se abuse nem se tenha por objectivo a seguir até ao fim dos nossos dias fazer fotografias assim).

Além disto, fotografar com a E-P1 pode ser interessante – mesmo obsoleta, ainda é uma câmara capaz de fazer imagens de qualidade –, mas sempre que a uso recordo-me do que tem de mais insuportável. Eu mencionei que fiz quarenta e oito exposições, mas perdi outras tantas oportunidades de fotografar por causa dos falhanços da focagem automática e algumas das fotografias ficaram desfocadas. O grande problema da E-P1 é este mesmo: pode dar-se a volta ao ruído e ao estouro das altas luzes, mas dificilmente se consegue convencê-la a focar onde queremos em circunstâncias de luz escassa. O sistema de focagem automática só funcionava quando os foguetes já tinham explodido e as suas luzes eram mais intensas, o que significou que, em muitos casos, não fosse a tempo de captar o rebentamento, ficando com fotografias de luz a extinguir-se. Isto é de tal maneira irritante que chega a dar vontade de pegar num machado e destruir a câmara e a lente.

M1056845r

Mentiria, porém, se dissesse que foi um martírio fotografar e que não fiquei nada satisfeito com os resultados. É evidente que as fotografias de fogo de artifício são cliché, não dizem nada sobre a vida e só servem para que o seu autor se gabe das suas enormes capacidades técnicas, mas olho para elas e não sinto nenhuma vontade de deitá-las fora. Mas também não é por terem corrido bem que vou andar a percorrer o país à procura de festas e romarias em que se ateie fogo de artifício.

M. V. M.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s