As guerras da indústria fotográfica, parte 1

6_buy_largeA indústria fotográfica está a sentir-se seriamente ameaçada pelo sucesso dos smartphones. As compactas, ditas point and shoot, estão em vias de desaparecer, pouco mais restando que a produção (marginal) de compactas «para entusiastas», máquinas caras e de utilidade duvidosa. Ninguém com um mínimo de bom senso vai comprar uma câmara compacta quando o seu smartphone é capaz de tanta ou mais qualidade.

Sejamos lúcidos: o iPhone tem uma qualidade de imagem excelente para o sensor e lente com que vem equipado. A sua qualidade supera largamente a das compactas de €99,99 que há cinco anos se vendiam em todo o lado, supermercados incluídos. Ter um smartphone (ainda que não seja um iPhone) e uma câmara compacta é, não apenas uma duplicação de meios, mas uma despesa inútil. As point and shoot estão a dar os seus passos derradeiros no corredor da morte.

A indústria pode livrar-se das point and shoot sem grandes problemas. Não havia grandes investimentos em câmaras cujos componentes eram maioritariamente peças OEM fabricadas em quantidades tais que o preço das câmaras em que eram incorporadas se tornava incrivelmente reduzido (havia point and shoots à venda por cerca de cinquenta euros!); de resto, não se pode dizer que contribuíssem para o prestígio das respectivas marcas. É possível que alguns fabricantes se sintam um pouco aliviados por se desfazerem do negócio das compactas.

Infelizmente para os fabricantes tradicionais, porém, a incursão triunfante dos smartphones pelo mundo da fotografia está também a provocar danos nas franjas inferiores das suas gamas de DSLR, bridges e mesmo de CSCs – sendo que esses segmentos do mercado são extremamente importantes em termos de volume de vendas. As topo-de-gama não são afectadas por este fenómeno, mas câmaras como as Olympus E-PM, Nikon J ou as Canon EOS M começam a fazer pouco sentido: o público generalista não vê nelas vantagens substanciais sobre os smartphones e os entusiastas preferem produtos mais sofisticados. Mesmo câmaras como as Canon 100D e 1200D, ou a Nikon D3300, começam a tornar-se pouco convidativas para os consumidores.

Acresce a isto uma campanha, por vezes vezes alimentada por websites de fotografia digital, que está a orientar os entusiastas da fotografia para os smartphones. O tradicional Digital Photography Review tem agora um microsite, o Connect, que publica testes e artigos sobre smartphones com o mesmo tratamento que é dado às câmaras, e a DxO tem um sistema de avaliação para smartphones que, no essencial, se baseia nos mesmos critérios que emprega para testar sensores e lentes de câmaras fotográficas. Isto, a que se soma um proselitismo crescente – já perdi a conta aos artigos de «profissionais» que clamam ter-se convertido ao iPhone e ao Instagram –, está a levar muitos entusiastas a abandonar as cãmaras em favor dos smartphones.

Está bom de ver que as perdas nas DSLR de gama baixa, nas bridge e nas mirrorless mais acessíveis é bem mais gravosa do que a do mercado das compactas. A reacção dos fabricantes tem sido tíbia e, na sua forma mais recente, corresponde ao lema se não podes vencê-los, junta-te a eles. Curiosamente, os produtos mais interessantes com que os fabricantes pretendem responder à ameaça dos smartphones provêm de dois fabricantes que chegaram à fotografia há relativamente pouco tempo: a Sony e a Panasonic.

Quanto a esta última, o leitor do Número f/ já conhece a forma como respondeu: fez um smartphone com uma lente e um sensor de qualidade muito superior à dos smartphones existentes, sendo difícil de catalogá-lo como um smartphone ou uma câmara: é o Lumix CM1. Uma opção inteligente, embora cara em face dos smartphones mais evoluídos. Penso que o CM1 é mais interessante para o fotógrafo tradicional que quer ter um smartphone e uma câmara sempre à mão, porque não me parece que o público generalista tenha a lente Leica e o sensor de uma polegada no topo das suas prioridades. (Continua)

M. V. M.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s