Papéis

Img - 030

Se pensam que as químicas da revelação são complicadas, têm razão. São mesmo, não há como escapar. Contudo, a complexidade da fotografia convencional não termina na revelação dos negativos. Depois desta segue-se um novo patamar de complicação com a impressão.

É mais ou menos intuitivo que existem vários tipos de papel. Contudo, e a despeito de poder ser relativamente fácil pensar que existe apenas uma distinção entre papel comum e papel de alta qualidade, as coisas não são tão simples: pelo contrário, a selecção dos tipos de papel disponíveis é tão complexa que se torna, ela própria, uma ciência. Uma ciência tão intrincada que não me vou dar ao trabalho de memorizar todas as variantes possíveis, de tantas que são.

A grande distinção que existe é entre papéis para cor e para preto-e-branco. O papel para cor é o mais simples de encontrar e o que levanta menos problemas. É um papel quase universal, variando quanto ao brilho da superfície, que pode ser brilhante ou mate. O papel para preto-e-branco levanta dificuldades de vária ordem. Antes de mais, deve dizer-se que, apesar de este ser um procedimento comum, os resultados de imprimir fotografias a preto-e-branco em papel normal (o que se usa para fotografias a cores) são menos que ideais. Quando se usam rolos de preto-e-branco puro, que são pancromáticos (i. e. são sensíveis a todos os comprimentos de onda da luz), a impressão em papel para cor é geralmente afectada por uma matiz qualquer, dando às fotografias tons coloridos em matizes mais ou menos conspícuas de azul, verde ou vermelho. E as matizes não são o único problema: já me aconteceu surgirem aberrações cromáticas em fotografias impressas em papel comum.

As impressões de fotografias em preto-e-branco num papel comum têm uma qualidade mediana. Servem para ver como a fotografia fica uma vez impressa e pouco mais. As imagens ficam azuladas, esverdeadas ou avermelhadas, sem que saiba exactamente o que determina o aparecimento de qualquer uma dessas matizes e não de uma das outras. Para que as fotografias a preto-e-branco fiquem perfeitas é necessário usar papéis especiais. Há-os de cloreto, clorobrometo e brometo, que são emulsões à base de prata. Podem ser escolhidos em vários graus de brilho e contraste e, como por esta altura o leitor mais arguto já o terá deduzido, são exorbitantemente caros.

Recentemente descobri que a fotografia que ilustra este texto é mais interessante do que eu pensava. Deduzi isto das reacções que suscitou quando a mostrei na Internet. Foi feita com o poderoso Ilford HP5 (como se pode facilmente perceber pela qualidade e quantidade do grão) da maneira mais casual possível: estava a abrigar-me da chuva ao fundo da Rua das Flores, à beira da Araújo & Sobrinho, com a câmara na mão e, para ajudar a passar o tempo, resolvi, sem intuito de estar a fazer uma fotografia excepcional (penso que só queria ver como ficava uma fotografia com chuva), fotografar um homem que passava. A fotografia não me pareceu nada de especial quando a vi digitalizada, mas alguns comentários levaram-me a olhá-la com mais atenção e a desenvolver um gosto especial por ela. De tal maneira que decidi fazer uma experiência cara e encomendar uma impressão em papel especial para preto-e-branco.

A qualidade da impressão é simplesmente indescritível: não há qualquer vestígio de matizes ou aberrações cromáticas. O que há é uma escala de cinzentos perfeita, um preto-e-branco verdadeiramente puro. Este resultado impressionou-me de tal maneira que já não consigo olhar para impressões em papel normal. O mais provável é que, a partir de agora, em lugar de encomendar cinco ou seis impressões de cada rolo, como tenho vindo a fazer, seleccione a melhor de cada rolo e encomende a sua impressão num destes papéis especiais para preto-e-branco. Uma só fotografia que vai ficar mais cara do que meia-dúzia de impressões normais, mas parece-me que vale a pena por causa da enorme qualidade da impressão em papel para preto-e-branco. Assim dá mais gosto olhar para as fotografias.

M. V. M.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s