Ampliação

Diferentes lentes mostram os objectos em diferentes tamanhos. De um modo geral, pode dizer-se que o objecto que se forma na imagem é tanto maior quanto maior é a distância focal. Uma lente de distância focal curta, como uma grande-angular, projectará uma imagem de um objecto no sensor (ou película) que será, digamos – sem querer entrar em equações e sem considerar a distância em relação ao objecto – de 1:10. Isto significa que a imagem captada mostra o objecto com uma dimensão dez vezes menor que a real.

À medida que a distância focal aumenta, também aumentará o factor de ampliação. Se dobrarmos a distância focal em relação ao exemplo anterior, mantendo o mesmo objecto e a distância em relação a ele, o factor de ampliação será 1:5. E assim sucessivamente. Simplesmente, estas são sempre dimensões aparentes. Uma lente normal (não no sentido de lente standard, mas de uma desprovida de características especiais) não consegue captar um motivo no seu tamanho real. Com estas lentes, que são a vasta maioria, tudo o que teremos é uma versão reduzida do motivo.

Não mencionei anteriormente a distância em relação ao objecto por uma razão simples: é verdade que podemos obter uma ampliação maior se aproximarmos a lente do motivo até obter uma imagem em tamanho real, mas a lente não consegue focar à distância requerida para mostrar o objecto em tamanho 1:1. Esta distância terá de ser de tal maneira curta que torna a focagem impossível. As lentes comuns têm uma distância de focagem mínima, que pode ir de 20 a 25 cm até alguns metros. Por exemplo, a OM 28mm-f/3.5 tem uma distância de focagem mínima de 30 centímetros, enquanto a 135mm-f/2.8 precisa de estar a uma distância mínima de 1,5 metros para focar correctamente. Abaixo destas distâncias é impossível obter uma imagem nítida.

Se pensarmos um pouco, isto tem mesmo de ser assim, caso contrário seria impossível obter enquadramentos. É que a ampliação do motivo tem de ser relacionada com a área da superfície que vai captar a sua imagem. Se uma lente normal tivesse um factor de ampliação de 1:1 e quiséssemos fazer um retrato, nem um olho da pessoa retratada caberia no espaço restrito do sensor ou da película.

Há, contudo, uma categoria de lentes que fornece uma ampliação real do objecto. Os mais astutos já terão adivinhado que estas são as lentes macro. Para que uma lente seja considerada macro, tem de ter um factor de ampliação de 1:1, mas há algumas que conseguem ter factores da ordem de 4:1, o que significa que mostram o motivo quatro vezes maior do que realmente é. Isto é possível porque as lentes macro conseguem focar a distâncias extremamente curtas.

Como a consideração principal é a dimensão do motivo em relação à superfície de captação da luz, i. e. a película ou o sensor, torna-se bom de ver que estas lentes têm um campo de aplicação restrito a objectos muito pequenos. Normalmente insectos e pormenores de motivos. Aquelas fotografias em que se vêem, com uma nitidez incrível, todas as células do olho de um insecto, são feitas com lentes macro com factores de ampliação superiores a 2:1. As lentes macro, contudo, são inacreditavelmente difíceis de usar: com elas, a profundidade de campo fica extremamente reduzida por a distância em relação ao objecto ser tão curta. Para compensar esta desvantagem, que tem por efeito apenas uma porção ínfima do motivo ficar nítida, torna-se necessário fechar a abertura para números f/ entre 8 e 11. Isto torna inevitável o uso de um tripé, já que os tempos de exposição vão ser demasiado longos para segurar a câmara com as mãos, e de um flash. Este último não pode ser um qualquer, porque um flash convencional apenas iluminaria a parte superior do motivo: tem de ser um flash anelar, de maneira a que a iluminação seja uniforme.

Com todas estas complicações, torna-se natural que só alguns entusiastas se dediquem à macrofotografia. Eu cá não teria paciência. E tenho um medo ancestral de insectos que me faz arrepiar quando vejo um louva-a-deus…

M. V. M.

Anúncios

1 thought on “Ampliação”

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s