Glossário das aberrações ópticas

OLYMPUS DIGITAL CAMERASó para poder dizer que não passou um dia sem que eu publicasse um texto, fica aqui, a propósito do texto de ontem e da questão da comparação da acutância das lentes com a dos nossos olhos, um pequeno glossário dos defeitos ópticos que uma lente pode ter – sendo certo que são invulneráveis à velhice, ao contrário dos nossos olhos, sendo muito raros os casos de miopia e presbiopia:

Aberrações cromáticas: podem ser laterais ou longitudinais. Devem-se à refracção da luz que atravessa a lente, a qual tem dificuldade em transmitir os diferentes comprimentos de onda. Manifesta-se através de uma orla púrpura, no caso da aberração longitudinal, ou de colorações azuis e vermelhas à volta dos objectos em situações de elevado contraste.

Astigmatismo: perda de nitidez em alguns dos planos da imagem. A sua causa: alguns raios de luz focam devidamente, outros não. Ou melhor: os raios que se propagam sobre dois planos perpendiculares focam em diferentes distâncias, o que causa perda de nitidez.

Coma: distorção óptica pela qual alguns objectos luminosos adquirem a forma de um delta devido à refracção da luz.

Distorção: manifesta-se através do desvio centrípeto ou centrífugo das linhas que compõem o enquadramento, as quais adquirem uma curvatura que os olhos não vêem. As grandes-angulares tendem a produzir distorção centrífuga, ou de barril, enquanto as teleobjectivas produzem a distorção inversa (pincushion).

Halo: reacção ao excesso de luz oblíqua que se manifesta em manchas na imagem. É sintoma de um revestimento deficiente da superfície do vidro, mas é facilmente evitado pelo uso de para-sóis.

Vinhetagem: aberração típica das grandes-angulares pela qual os cantos da imagem surgem escurecidos.

Estes defeitos podem ser eliminados através de grupos ópticos especiais, o que invariavelmente encarece as lentes. As lentes asféricas, por exemplo, reduzem ou eliminam as aberrações cromáticas. Não é surpresa nenhuma que as lentes baratas apresentem muitos destes defeitos, enquanto as mais caras os atenuam ou eliminam através de grupos ópticos de alta qualidade e sofisticação.

Note-se, por outro lado, que estes são os defeitos ópticos próprios das lentes, e não os que resultam da interracção com o sensor, como e. g. a difracção.

M. V. M.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s