REALLY good

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

Aqui está o Número f/ de volta, agora que pude manter-me um pouco de tempo afastado do computador. Como esperava, não aconteceu nada de muito relevante na minha ausência: envolvi-me em duas discussões no espaço de comentários do The Online Photographer sobre dois tópicos mais ou menos interessantes – uma câmara minimalista e o Flickr.

Descobri que não sou o único a fantasiar uma câmara digital simples. O problema quanto a esta câmara hipotética é a própria definição de “simples”. No meu caso, entendo que será uma câmara que tenha apenas o que é essencial para fazer boas fotografias. Seria uma Leica M com uma lente fixa de, digamos, 45 ou 50mm, pelo preço de uma Sigma DP2: nada de vídeo, de modos de exposição automáticos (o que inclui aquelas parvoíces que aparecem quando se selecciona o modo SCN): tudo o que teria de ter seria um bom visor, de preferência TTL como os das reflex, uma boa lente e um bom sensor, e modos de exposição semiautomáticos e manual (A, S e M). Claro que esta câmara não existe.

Para outras pessoas, a simplicidade consistiria numa máquina em que toda a intervenção humana consistisse em apontar e disparar, mas essa simplicidade só poderia ser obtida à custa de muito processamento da imagem – o que a tornaria, intrinsecamente, numa câmara extremamente complexa, e retiraria liberdade criativa, uma vez que o utilizador não teria escolha quanto à exposição: esta seria a que o fotómetro determinasse (e nós sabemos que o fotómetro, por vezes, é estúpido como uma porta).

Quer dizer: a definição de simples acaba por ser o problema mais complexo nesta questão. Oh well.

Quanto ao Flickr, comentei um artigo de Ctein em que este, em súmula, afirma que quem tem conta no Flickr está a dar-se de barato e que o ideal é ter um website. Por uma questão de apresentação, porque um bom site é como um bom portfolio. Depois do meu comentário, em que defendia, resumindo, que o Flickr era uma alternativa simples e barata a um website, Ctein respondeu-me. Uma das frases do seu comentário foi esta:

I clicked thru your name to your Flickr pages. Agreed, most of what’s up there is at the “random box of prints” level of memorability. Which there’s nothing wrong with it, just means it doesn’t deserve a major showcase. But there’s an average of one photo per screen that’s REALLY good. Stays with you, stands out above the crowd. Assemble those on a “proper” site and no one is going to accuse you of wasting the bandwidth.

Retenho aqui «uma foto por ecrã». Como cada ecrã mostra cerca de doze fotografias, temos que uma em cada doze das fotografias que publico no Flickr é verdadeiramente boa. Really (em maiúsculas) good. Isto é muito mais do que esperava da apreciação de alguém como Ctein. Quando publico no Flickr, tenho consciência de que nem todas as fotografias valem o mesmo. Não tenho a ilusão de que todas as fotografias que publico são obras-primas (a prova é que já apaguei muitas). O que estava longe de imaginar era ter uma taxa tão alta – pelo menos na opinião de Ctein, que é altamente conceituada mas mesmo assim uma opinião – de boas fotografias.

É evidente que este comentário me deixou incrivelmente orgulhoso. Senti o mesmo que um cineasta neófito sentiria depois de receber uma apreciação favorável de, digamos, Lars von Trier. Isto motiva-me; a satisfação que me deu ler aquelas palavras é equiparável a receber um prémio. Ctein (é mesmo este o seu nome: pronuncia-se «Ca-táin») é um nome importante no Planeta Fotografia e não é o tipo de pessoa que fosse fazer comentários como este só para ser agradável (até porque não mostrou assim tanto entusiasmo por onze doze-avos das minhas fotografias publicadas no Flickr…)

Uma em cada doze é uma excelente média, especialmente se pensarmos que houve fotógrafos que se tornaram imortais graças a uma fotografia. Claro que não tenho pretensões a que este 1/12 das minhas fotografias figure no panteão das fotografias mais importantes de sempre, mas esta apreciação deixou-me a pensar que devo estar a fazer alguma coisa bem. E deixou-me, também, com vontade de construir um website. É um assunto a que dedicarei alguma atenção nos próximos tempos.

M. V. M.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s