Por que fotografamos?

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

A pergunta que dá o título a este texto foi formulada por Ken Tanaka, num contributo para o The Online Photographer. É o tipo de pergunta que tem por resposta a exclamação «Boa pergunta…!», seguida de um silêncio embaraçado e de algumas palavras balbuciadas sem nexo.

Comigo, a resposta é simples: fotografo para dar expressão ao meu sentido estético. Contudo, como aquela pergunta é uma que faço constantemente a mim mesmo, esta resposta é insatisfatória ou, pelo menos, incompleta. Pode ser formulada de outras maneiras, e uma delas, bem mais difícil de responder, é: Para que é que fotografo? Aqui já não me é simples dar uma resposta.

Há alguns meses fui visitar o meu tio Z., vendedor reformado da extinta Hitzemann & Cia., que foi a importadora da Fujifilm para Portugal. Levei o meu equipamento para lho mostrar. O seu olho de entendido tornou-se céptico, especialmente quando lhe mostrei as lentes OM. Deu-me a entender que a despesa que fiz com o equipamento só se justificava se pudesse fazer dinheiro com a minha fotografia. Mesmo depois de lhe ter mencionado os preços de aquisição dos componentes do meu equipamento (apenas uma das minhas lentes ultrapassou os trezentos euros e é a pior de todas, a que menos uso), manteve-se firme no seu entendimento.

Este pequeno episódio fez-me meditar ainda mais intensamente sobre os meus propósitos ao fotografar. Faço-o porque gosto e porque pretendo dar expressão plástica às coisas que vejo e me parecem merecedoras de ser fotografadas – mas, e depois? A fotografia só faz sentido se for para ser vista por outros, e neste aspecto poderia facilmente concluir que fotografar é uma perda de tempo. Não tenho assim tantas visitas ao meu Flickr e publicar no Facebook é praticamente inútil porque quase ninguém as vê. Deverei ficar desmoralizado? Nem por isso. Tenho recebido apreciações extremamente encorajadoras de pessoas que entendem de fotografia, o que me deixa contente. Quero ganhar dinheiro com a fotografia? Será isso que me move? Penso que não. Trocar a minha profissão pela fotografia seria lutar durante anos e anos por um objectivo completamente irrealista; no fim, poderia ter o efeito de me fazer desistir e, desgostoso, deixar de fotografar. Não, não quero ser um profissional. De resto, não me parece que tivesse as qualidades necessárias para ter êxito. Vender impressões das minhas fotografias podia ser interessante, mas quem estaria interessado em comprá-las? Por quanto? Sou um desconhecido, dificilmente encontraria mercado.

Penso que estou à procura da fotografia perfeita. É certo que a perfeição não existe, ou não está ao nosso alcance, mas quero fazer uma fotografia que me deixe inteiramente satisfeito quanto ao conteúdo, à estética e à execução. Este ideal ainda está longe, mas tem-me servido de guia. Um dos meus maiores prazeres, quando fotografo, é fazer uma fotografia tão satisfatória que me dá vontade de acabar imediatamente a sessão, voltar a casa e vê-la no meu computador. Muitas vezes gosto do que vejo; outras não. É normal. Não me deixo desmoralizar. «A minha melhor fotografia é a que vou fazer amanhã», disse um dia Imogen Cunningham.

Acima de tudo, e parafraseando Bert Stern, as fotografias são como drogas. Quando faço uma fotografia que me satisfaz não me canso de olhá-la, procurando perceber o que me deixou satisfeito nela, mas também em que poderia ter feito melhor. Devo ser o observador mais atento – mas também o mais crítico – das minhas próprias fotografias.

E os meus leitores? Por que será que eles fotografam? Que procuram eles atingir com as suas fotografias? Como fotografam? Seria salutar que colocassem a si mesmo estas questões. Talvez ficassem surpreendidos com as respostas. Quanto a mim, estes exercícios introspectivos ajudam-me a colocar a fotografia no seu devido lugar. É importante, mas não dependo dela nem quero fazer dela a minha vida. Mas, se fotografo, quero extrair da fotografia a maior satisfação possível.

M. V. M.

Anúncios

3 thoughts on “Por que fotografamos?”

  1. Num sentido lato, não me parece difícil a resposta. Sem entrar em especificidades (essas sim, são difíceis de explanar), fotografo para comunicar. Comunicar é da natureza humana, cada pessoa escolhe a forma de comunicar que lhe é mais conveniente. Uns escrevem, outros cantam, outros desenham e… outros fotografam. E como uma mensagem (comunicação pressupõe mensagem) implica um emissor e um destinatário, as fotografias são sempre para mostrar.

    Resposta 2: Fotografo para me encontrar comigo mesmo. Esta não se explica. Ainda assim, as imagens obtidas servem para mostrar um pouco de mim a quem quero transmitir a mensagem.

    Porque é que comecei a fotografar? Porque optei pela fotografia? Boa pergunta!

    Abraço e boas fotografias.

    1. Adenda: São para mostrar as fotografias que traduzem a mensagem pretendida (conceito para mim de fotografia bem sucedida). As restantes são textos inacabados cuja folha de papel é atirada para o caixote (que nunca é esvaziado).

      1. Eu também sou apaixonada por fotografia.De todos os meios de expressão, a fotografia é o único que fixa para sempre o instante preciso e transitório. Nós, fotógrafos,(desculpe a pretensão, não tenho técnica alguma,hehehehe) lidamos com coisas que estão continuamente desaparecendo e, uma vez desaparecidas, não há mecanismo no mundo capaz de fazê-Ias voltar outra vez. Não podemos revelar ou copiar uma memória.
        A fotografia é generosa. Uma vez revelada, ela é do mundo! Portanto não importa se vai fazer sucesso ou não, e essência é a mesma. E a resposta o autor nunca terá, nem seria possível. Ela é eterna.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s